:::: MENU ::::

  • Mar 27 / 2014
Notícias

AABE on the road – Braga

Programa_Braga

Em contagem decrescente para a deslocação a Braga, já só temos nove lugares disponíveis no autocarro. O preço para associados da AABE é 47 euros (17 viagem + 30 bilhete de jogo) e para não associados é 50 euros (20 viagem + 30 bilhete de jogo).

Devido à realização da 9ª Corrida Benfica António Leitão, no próximo dia 30 de Março, a concentração não será no Estádio da Luz, como habitualmente. Propomos então duas alternativas: junto ao Estádio do Restelo ou junto à estação de camionagem da Expo (mais informação na imagem em anexo).

Os interessados em apoiar a equipa do Benfica neste importante jogo na luta pelo título, deverão preencher o seguinte formulário ou contactar-nos através do email viagens@aabe.pt.

VIVE O BENFICA!

 

  • Mar 20 / 2014
Eventos

Campanha solidária “Príncipes do Benfica”

A Associação de Adeptos Benfiquistas (AABE) deu início a uma campanha de angariação de material escolar e desportivo para os alunos e professores da escola da Roça Sundy, em São Tomé e Príncipe.

A Roça Sundy, outrora a residência da família real portuguesa na ilha do Príncipe, é hoje a casa de centenas de trabalhadores de plantações de cacau e café, e suas respectivas famílias. Não destoando da realidade do restante território, na Roça Sundy vive-se e respira-se Benfica; as pessoas envergam camisolas do Benfica, as crianças cantam músicas do Benfica na escola – pode mesmo dizer-se que o Sport Lisboa e Benfica é o clube “oficial” de São Tomé e Príncipe, já que a percentagem de benfiquistas deste país suplanta em larga escala a de qualquer outra antiga colónia portuguesa, e até mesmo a de Portugal.

Infelizmente, a escola da Roça Sundy tem carências de material escolar e desportivo, algo que a AABE, com o apoio de todos os que se queiram juntar a esta campanha, pretende combater.

Para mais informações, por favor contacte-nos através do número 967 938 306, ou por email para eventos@aabe.pt.

Contamos com todos.

 

A AABE – Associação de Adeptos Benfiquistas

 

Para materiais gráficos, clique aqui.
  • Mar 13 / 2014
Notícias

COMUNICADO AABE – Apelo ao britânico fair-play

«Adquiriu bilhetes para a zona de adeptos do clube visitado. Os adeptos do SL Benfica que pública e abertamente se manifestem em apoio ao seu clube ou usem adereços com as cores do clube visitante podem não entrar no estádio ou ser convidados a abandonar o mesmo.»

Este é um pequeno excerto da mensagem geral que o Tottenham Hotspur enviou aos adeptos benfiquistas que hoje irão assistir ao vivo ao jogo entre a equipa inglesa e o Sport Lisboa e Benfica. A Associação de Adeptos Benfiquistas (AABE) elogia o resto do conteúdo da mesma – sobretudo a intenção de valorizar a presença dos adeptos em White Hart Lane pela primeira vez -, mas discorda frontalmente da ideia que o clube londrino faz perpassar em relação ao uso de indumentária com as nossas cores.

Anunciar que os adeptos benfiquistas que usem adereços que os identifiquem com o Sport Lisboa e Benfica poderão não entrar no estádio ou que serão convidados a sair do mesmo não se coaduna com o conceito, tão inglês, de fair-play e saudável convívio entre adeptos de futebol. Por defender valores contrários à discriminação e/ou censura da liberdade individual de cada adepto, a AABE deseja que nenhuma medida desse tipo ocorra hoje em White Hart Lane e aproveita para informar os adeptos do Tottenham e o próprio clube que, no Estádio da Luz, serão bem recebidos – com ou sem indumentária do histórico emblema britânico.

  • Mar 10 / 2014
Notícias

Viagens ao Porto e a Braga

A AABE já está a aceitar inscrições para as viagens ao Porto (dia 26 de Março, Taça de Portugal) e a Braga (dia 30 de Março, Campeonato).

Os interessados em embarcar em mais estas duas aventuras a apoiar o Benfica ao vivo e a cores deverão clicar aqui.

VIVE O BENFICA!

  • Mar 10 / 2014
O meu Benfica

Benfica, uma paixão eterna!

Por vezes detenho-me alguns momentos a questionar o porquê desta paixão. Como nasceu? Como se mantém intacta? Aliás, reformulando, como vai crescendo com o passar do tempo?

Invariavelmente, estas reflexões levam-me sempre ao meu Avô… Nascido no seio duma família sportinguista, tendo Mãe, Pai (meus bisavós) e irmão fanáticos pelo Sporting (sendo que este último foi inclusivamente atleta e dirigente sportinguista), ainda vê a roleta-russa do amor atribuir-lhe uma sportinguista como companheira de uma vida.

Durante anos a fio, o meu Avô acompanha o Benfica para todo o lado, conciliando a sua paixão clubística com a harmonia do lar, sem nunca deixar esmorecer uma nem descurar a outra.

A dada altura da sua vida, graças aos conhecimentos profissionais que foi acumulando, é convidado a integrar a estrutura do clube. Inicialmente com cargos menores, de pouco relevo, é com mérito que rapidamente vai subindo na hierarquia e é escolhido para representar o Benfica a nível federativo no andebol, a sua maior paixão dentro da própria paixão.

Mais tarde, nos idos anos sessenta, é convidado pelo Dr. Borges Coutinho a integrar a sua lista, onde ocupará o cargo de vice-presidente, ficando ainda responsável por toda a área financeira do clube. Como recusar a proposta? Impossível, claro está.

E então dá-se a revolução em casa… A minha Avó não aceita. Como primeira represália, inscreve a filha (minha Mãe), benfiquista como o Pai, no Sporting e matricula-a nas aulas de ginástica, seguido de mais algumas birrinhas que me escuso a comentar. O meu Avô, impávido e sereno em relação às turbulências do lar, mantém a sua palavra e integra a lista candidata.

Borges Coutinho vence as eleições. O meu Avô é eleito e a guerrilha da minha Avó continua com contornos surreais, sendo que, para cúmulo dos cúmulos, fica-lhe destinada a tarefa de ir levar e buscar a filha à ginástica do Sporting. E aqui podem imaginar o que significa para um benfiquista fervoroso ter uma filha, também ela benfiquista, a praticar desporto no grande rival, sendo que, neste caso particular, há ainda que ter em consideração todo o peso institucional que o cargo de vice-presidente do Benfica acarreta… Contudo, o meu Avô, estóico, aguenta.

Esta situação dura um mês. A minha Mãe, cansada de envergar uma camisola que não era a sua, como protesto não comparece no sarau do Sporting e passado uma semana começa a treinar no Benfica, onde depois se mantém durante vários anos. Já a minha Avó, não resistindo à força do amor, transforma-se numa benfiquista ferrenha e passa a acompanhar o meu Avô em todos os jogos, inclusivamente fora.

Dizem que a fé move montanhas, mas o benfiquismo também. O meu Avô e a minha Mãe são a prova disso mesmo e estes dois “rebeldes” benfiquistas serão sempre os meus exemplos e faróis do benfiquismo. Foi através deles que o benfiquismo ficou gravado no meu código genético e é com as suas memórias que, diariamente, vou alimentando e fazendo crescer esta paixão.

  • Mar 03 / 2014
Notícias

Comunicado AABE – A vitória do desporto

A AABE congratula-se por a Belenenses SAD ter estado à altura da história do Clube e da sua responsabilidade, enquanto agente desportivo, de zelar pelos valores que devem ser apanágio do desporto.

A propósito da 10ª edição da “Semana Contra o Racismo e a Violência no Desporto”, iniciativa do Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol, gostaríamos de realçar a dignidade com que este episódio foi encerrado, aproveitando ainda para agradecer a hospitalidade manifestada pela Belenenses SAD, e seus adeptos, aos Benfiquistas que se deslocaram ao Restelo para assistir ao encontro Belenenses – Benfica, a contar para a 21ª jornada da I Liga ZON Sagres 2013/2014.

De acordo com os seus princípios, a Associação de Adeptos Benfiquistas (AABE) mantém o compromisso de agir inequivocamente no âmbito da defesa dos interesses dos adeptos do Sport Lisboa e Benfica – em particular – e dos adeptos de uma forma geral, privilegiando a base do diálogo e procurando todas as plataformas de entendimento passíveis de encontrar as melhores soluções para todas as partes envolvidas.

A AABE

  • Mar 01 / 2014
Notícias

Comunicado AABE – Separatismo no Restelo

A AABE, cuja génese são os adeptos, manifesta o seu total repúdio pelo comunicado emitido hoje pela Direcção do Clube de Futebol os Belenenses, considerando-o um atentado ao fair play e à sã convivência entre adeptos de clubes diferentes. Uma atitude discriminatória e separatista que em nada se coaduna com o que simboliza o desporto.

É com muita tristeza que temos vindo a assistir ao progressivo minguar do Belenenses enquanto Clube histórico do nosso futebol, com a consequente quebra de adeptos.
É chocante para qualquer desportista ou com espírito desportista que, além do anteriormente referido, se assista a uma míngua de valores.

No dia em que se comemora o 110º aniversário do nascimento do maior clube português, que ocorreu precisamente em Belém, do qual um dos seus baluartes é o desportivismo, defendemos inequivocamente uma intervenção da Direcção do Sport Lisboa e Benfica, da Direcção da Liga Portuguesa de Futebol Profissional e da Direcção da Federação Portuguesa de Futebol, que intercedam junto da Direcção do Belenenses, de forma a evitar que seja concretizada tal medida no próximo dia 2 de Março de 2014, no Estádio do Restelo, inaceitável perante todos os princípios que regem o desporto.

Da equipa de futebol profissional do Sport Lisboa e Benfica, esperamos uma resposta condigna ao Clube que representa, dentro das 4 linhas.

Dos adeptos, sócios e simpatizantes de ambos os Clubes, desejamos que os apoiem condignamente, respeitando-se e fazendo justiça aos valores que são parte integrante das respectivas identidades.

A AABE

loading